terça-feira, 2 de agosto de 2011

NEM SEMPRE


Nem sempre o bastante é o suficiente
E o poder do amor, primavera.
Nem sempre o sorriso é o bálsamo da procura
E o estar só, caminho solitário.

Nem sempre a aurora peregrina é luz divina
E o tempo, perfeito lume.
Nem sempre o carinho é festa
 E a mão, um gesto terno.

Nem sempre a noite é estrela guia
E a escuridão, perfeito esconderijo.
Nem sempre o lamento é um grito
E a música, uma visão sonora.

Nem sempre o coração é cadenciado solo
E o encanto, um belo sonho.
Nem sempre a poesia é uma quimera
E saudades, uma simples espera.

Nem sempre o gozo é rima fulgida
E o corpo, delírio puro.
Nem sempre a vida é seara abundante
E os caminhos, veredas repousantes.

 Nem sempre o olhar é um sobejo beijo
E a alma, gentil e luminosa.
Nem sempre o efêmero é curto espaço e prefácio
E o eterno, verdadeiro.

Nem sempre o orgulho é fonte cristalina
E o que nos falta, a nós escapa.
Nem sempre a ilusão é fantasia indefinida
E as sombras, uma nuvem perdida.

Nem sempre o amor é insano
E a dor, perda ou dano.
 Mas sempre é sublime canto
Hora da aurora - augusto e muito humano.


17 comentários:

  1. Eloah querida, nem sempre as coisas são como achamos que deviam ser. Tudo acontece no seu devido tempo, mas quando tem amor o caminho fica mais leve :)

    bjokitas com master carinho!!!

    ResponderExcluir
  2. É verdade Eloah, as coisas nem sempre são o que parecem, ou que acreditamos que deviam ser.
    E o excesso de expectativa que depositamos nelas é por vezes o que dificulta toda caminhada.

    Beeeijo!

    ResponderExcluir
  3. Nem tudo é como queremos, nem tudo pode ser perfeito. Mas o amor está aí para nos alegrar. Beijo grande.

    Au revoir.

    ResponderExcluir
  4. Oii!!
    Obrigada por sua presença e seu carinho...
    Nem sempre o amor é insano, nem sempre dói...Só quando almejamos demais, desejamos demais...Quando apenas um sonha, ama...

    Beijos, ótima tarde

    ResponderExcluir
  5. Nem sempre a realidade se parece com o sonho e nos traz a esperança perdida. Mas em um intervalo desse tempo de desilusão e saudade, vem a fresta de luz a renovar tudo.
    Muito lindo seu poema.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Querida amiga em agradecimento a linda postagem que você me mandou .Hoje você é homenageada mais uma vez no meu blog beijos te amo ta amo,Evanir

    ResponderExcluir
  7. Querida Eloah,
    Nem sempre lemos algo tão lindo e sobejamente escrito. Que veia poética você tem para construir um poema tão cheio de encantos e belo!
    Lindo, lindo, minha amiga! Gosto de vir aqui e satisfazer-me com poemas e poesias tão bem delineadas. Parabéns, amada. Tudo aqui é só beleza.
    Um beijo em teu coração,
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  8. Eloah seu blog transcendeu minha alma, senti-me num recanto de sonhos e meu coração desbafou, chorou, mas também se pôs a cantar.
    Obrigada pela oportunidade de usufruir de seu néctar e também fazer parte dele. Parabéns! Estarei sempre aqui! Muito obrigada pela visita ao TRIBARTE! Quando puder envie-nos uma poesia ou poema para postarmos lá. Deus a abençoe sempre e traga-lhe muitas inspirações. Grande abraço! Aline Carla.

    ResponderExcluir
  9. Mas sempre é bom ter inspiração, e carregar nas teclas com os dedos da mão, e escrever o que nos manda o coração.
    E sempre é bom ter alguém que nos visite,e que nos diga, o que escrevemos, se é feio ou bonito.

    Lindo o seu poema,
    beijinho,
    José.

    ResponderExcluir
  10. nem sempre as coisas são como parecem, de tudo pode se tirar um bem.

    Poema maravilhoso, Eloah

    Desejo um lindo dia para você

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Que prazer enorme receber essa visita lá no Iluminar...

    Aqui me sinti em casa, adorei seu cantinho e sinto que falas com o ♥... isso me encanta!

    Quarida, seguiremos juntinhas daqui em diante...

    Beeijo!

    ResponderExcluir
  12. Olá Eloah!

    Obrigada por sua presença e seu carinho lá no blog.

    Nada é perfeito e nem sempre as coisas acontecem como esperamos. Mas se tudo fosse perfeito estaríamos satisfeitos???

    Beijo grande.

    ResponderExcluir
  13. Querida amiga, Hermoso poema.
    Es una delicia para el alma leerte, me encantó.
    Gracias por visitar mi otro blog.
    besitos para ti querida amiga, que Dios te bendiga.

    ResponderExcluir
  14. São tantos "nem sempre" que encontramos pela vida...LINDA! beijos,chica

    ResponderExcluir
  15. Olá Eloah!
    Muito grata pela sua visita ao meu cantinho,e muito também pelas suas palavras tão bonitas.
    Eu gosto muito de poesia,de modo que ao encontrar um blogue aonde ela predomine,eu fico prêsa... O seu é muito lindo,pois é também rico em gravuras que são um encanto.
    Fiquei contente por saber que apreciou aquele soneto de Manuel Alegre,porque afinal seu gosto "combina com o meu".
    Parabéns pelos seus trabalhos,gostei, voltarei.
    Um abraço.
    De Portugal,Dílita

    ResponderExcluir
  16. Olá Eloah!
    Que maravilha este poema!
    Nem sempre realizamos todos os nossos sonhos e
    desejos, mas sempre vale a pena continuar
    sonhando. Os "nem sempre" da vida acabam nos trazendo juízo de valor do que alcançamos, ainda
    que de forma esporádica.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Nem sempre é possível encontrar tanta sensibilidade e tanta doçura num poema.
    Vengo desde Poemas del Alma, y ha sido un viaje bien recompensado.
    Mucos saludos cordiales.

    ResponderExcluir

De fragmento em fragmento vou compondo a minha história.Obrigada por fazer parte desta historia.

Fragmentos

Fragmentos

Recomeço

Recomeço