segunda-feira, 28 de março de 2011

ESPERANÇA

Esta esperança que povoa o caminho,

Que de beleza inspira loucas e eternas fantasias
Que faz do amor insensato e eterno sentimento.
E, do tempo, infinita as horas.


Esta esperança que no peito passeia e vaga
Suspende a alma cheia de ufana glória,
Sopra a vida que o vento volteia e leva,
E do prazer, ebriado, sentimento, faz.

Esta esperança, companheira cega e constante,
Que enche de risos, as voltas e reviravoltas que a vida dá,
 Fluída dança ao som das melodias
Tal qual céu de boemia, desnudando a luz do amanhecer.

Esta esperança que meu coração abriga
Que se tece, se veste, se enfeita em arrebatado festim,
Com retalhadas cores - doce aconchego,
Sem medo, sem ruído - quase em segredo...



quarta-feira, 23 de março de 2011

MUTAÇÕES

Sou filha da geração das mulheres oprimidas
Casa, comida, roupa lavada
Aspiração, sonho plantado
Moldado
Cultivado
Começo e fim.


Sou filha da geração das mulheres sem história
Moça de família
Não vê, não ouve, não opina
Não traça seu caminho
Segue o do outro.


Sou da geração da transição
Travessia misteriosa
Parto dolorido, conflitos e
Eterna culpa.
Semente e fruto
Frágil cinderela
Forte revolucionária.

Sou da geração da liberdade
Da pílula, dos vícios e dos males.
Ventos errantes, perdas e ganhos
Espaços e escolhas
Ambíguos desafios
Espera, mistério, sonhos.
Suprema Glória!

Mutações...
Um novo passo de dança
E asas para voar.





quinta-feira, 3 de março de 2011


“Seja o tipo de mulher que, quando seus pés tocam o chão
 a cada manhã,o diabo fala "Oh droga, ela acordou”.

Feliz Dia Internacional da Mulher!