quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Repouso



Ficou meu  abraço
Meu sonho e a antiga cantiga escondida,
Dorida canção
...e por dentro de mim
um sono profundo
A procura de paz

Ficou  meu pranto mudo
A força e a graça da acesa chama e
As glórias passageiras e alvissareiras
...e por dentro de mim
 a funda escuridão sob o nada
agasalhada , aprisionada e engaiolada.

Ficou o silêncio e o repouso ferido,
Imerecido,
 de lágrimas molhado...

Por fim.