sábado, 3 de agosto de 2013

Grito



Não bagunce a minha vida
Não  exponha minhas feridas
Não elimine o que restou da minha dignidade
Quero me redimir das dores, das recaídas e dos soluços dispersos
Rastear e apagar esta triste canção

 que amargura e cala minha alma
Quero atravessar este túnel
recuperar minha serenidade e meus sonhos perdidos.

Da dorida verdade
Só sobraram meus braços recolhidos.





31 comentários:

  1. Lindo grito sentido! Bela inspiração! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Minha querida

    Por vezes apenas ficam os nossos braços...tão vazios de abarços.
    Como sempre escreves com a alma.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  3. Olá, Eloha. Os versos são profundos! Belos. Saudades!! Deixo um bjo carinhoso e um bom domingo. Obrigada sempre pela partilha.

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde, Eloah. Estou pensando em você todos os dias e acabo não vindo aqui.
    Sei que estou em falta, finalmente cheguei ao teu espaço, que adoro.
    Desculpe a demora.
    Preste atenção, que tem comentários abaixo.

    Certamente a serenidade será recuperada, sempre é, pode demorar para equilibrar o interior, refazer a alma e emoções boas, mas chegará a hora em que não haverá mais a bagunça espalhada, a dignidade será fortalecida e o sorriso será por inteiro.
    Beijos na alma e paz!
    Tudo de bom, poeta amiga.

    ResponderExcluir
  5. Uma pena que nem sempre nossos sentimentos são respeitado por todos... Tão terno isso que escreveu. Estou muito sensível nos últimos tempos, minha amiga!!! E vir aqui me aviva a alma...

    ResponderExcluir
  6. Bom domingo pra você, Eloah. Lindo poema.

    ResponderExcluir
  7. Um grito profundo e sentido em forma de poesia.
    Boa semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  8. Sonhos são brisa e podemos remodelá-los, serenidade é busca; as canções tristes nos conduzem a outras canções, mais amenas; este seu poema contém aprendizados interessantes. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  9. Há que recomeçar sempre.....não cruzar os braços nunca...
    BOA SEMANA
    Beijo

    ResponderExcluir
  10. Olá Eloá,

    Há momentos em que este grito se impõe.
    Um basta à dor para poder reconstruir os sonhos e reabrir caminhos para a felicidade.

    Lindo!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  11. "Só sobraram meus braços recolhidos"
    Mexeu comigo.

    ResponderExcluir
  12. Querida Eloah
    Esse grito poético a alguém que quer afugentar,porque a fez sofrer,está sublime.
    A paz interior é muito importante.
    A heroína,aqui,mostra que tem carácter,pois quer recuperar toda a sua dignidade. Tem de tentar sorrir um pouco mais,pois isso exprime tranquilidade.Muitos parabéns pela sua produção.
    Tenha um ótimo dia.
    Beijinhos da
    Beatriz

    ResponderExcluir
  13. Oi, Eloah!
    Um grito de socorro, mas que nem sempre deve ser atendido! Tem certas coisas que devemos passar sozinhas na vida! E tomara que seja apenas uma bela forma de poetar!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  14. Não há túnel infinito e sempre encontramos luz depois de passar por um, ainda que carregando dores. Depois, haverá espaço para novos sonhos, eis que os já frustrados ficaram para trás. Muito belo esse seu grito. Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Muitos vezes precisamos ser acolhidos...
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  16. Eloah,

    Como é bom estar aqui e aproveitar estes momentos de sensível leveza de tua poesia!
    Grande abraço, amiga!

    ResponderExcluir
  17. Oi Eloah

    Tão sentidos e sensíveis versos.

    Ainda bem que sobram os braços, mesmo recolhidos.
    Podem tirar-nos tudo, só não podem tirar a nossa capacidade de reconstrução
    Não podem tirar-nos os braços, com eles construiremos e reconstruiremos quantas vezes for preciso.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  18. Olá Eloah, e que tudo esteja bem!

    Deveras agradável por cá passar, e me encantar com a tua sensibilidade em forma de poesia. Pois sempre com belas e simples palavras muito bem elaboradas com intensa sensibilidade expressa sentimentos com admirável e encantadora leveza, parabéns e obrigado por compartilhar!
    E assim encantado e grato eu me vou e deixo meu desejo para que seja sempre de intensa felicidade o teu viver, abraços e, até mais!


    ResponderExcluir
  19. Olá Eloah Boa noite,

    Depois do túnel sempre há um recomeço recheado de esperança e alegria. Oque importa é ir construindo novos sonhos.
    Que sua semana seja de muitas energias positivas muitas paz e muita luz.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  20. Eu só tenho a dizer nessa
    simples mensagem , que estou deixando com muito Amor
    para você.
    Tu fazes parte das amizades doces da minha vida ,
    que se importa comigo .
    Nem sempre consigo agradar ou mesmo
    estar em visita constante.
    Eu só desejo ser uma amiga importante na sua vida
    jamais sonhei e em nem desejei perder amizade
    e carinho , que sempre recebi de quase todos
    aqueles , que de alguma forma eu
    magoei deixo meu pedido de perdão.
    A vida é curta nossos momentos breves
    eu ainda acredito na força do amor.
    Beijos ternos e carinhosos de alma e coração..
    Evanir..

    ResponderExcluir
  21. Olá Eloah querida!

    Tanto, tanto, para dizer acerca do que sempre encontro no seu blog. Não poderei dizer de qual postagem gosto mais; e já passaram anos sobre a primeira vez que passei, e fiquei, nos FRAGMENTOS. Não sei que escrever... Faço minhas as palavras das 22 seguidoras que nesta postagem se pronunciaram, e chegaram antes de mim. Mesmo lanterna vermelha, eu aqui estou;coloquei-me na fila para a abraçar e felicitar.

    Permita-me também uma referência a estas duas fotos; que maravilha, que conjunto tão rico! A beleza da Natureza em pleno. Também a arte do fotógrafo...
    Beijinho.
    Dilita

    ResponderExcluir
  22. Minha querida

    Passando para agradecer a visita carinhosa e deixar o meu beijinho.

    Sonhadora

    ResponderExcluir
  23. Por aqui nada de novo.....mas sempre muito para ficar um pouco....
    Que tudo esteja bem consigo...e obrigado pela sua presença continua.
    BFS
    Beijo

    ResponderExcluir
  24. Sempre doces mesmo quando são dores e feridas, são as tuas palavras, minha querida! Um grande abraço...

    ResponderExcluir
  25. Estou aqui para deixar um carinho com bastante saudades de você.
    Hoje deixei um mimo na postagem
    se for do seu gosto é oferecido com muito carinho.
    Quando fico ausente chega doer a saudade,
    porém mesmo no silêncio jamais esqueço de você.
    Eu acredito na verdadeira amizade , que o tempo não corrói
    permanece viva no coração e na alma.
    Deixei um mimo na postagem - se for do seu agrado te ofereço
    com muito carinho.
    Feliz e abençoado final de semana beijos ,Evanir.

    ResponderExcluir

  26. Eloah, querida,

    Obrigada pela atenciosa e sempre agradável visita.
    Desejo-lhe um alegre e iluminado final de semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  27. Releio com prazer as suas palavras sensíveis. Desejo-lhe um maravilhoso final de semana. Bjs.

    ResponderExcluir
  28. Lindo sabado Eloa!
    Que essa seja um dia que lhe faça bem.
    Quanto a seu escrito:
    é bom aprender a dizer não para o que não desejamos mais.
    Demorei , mas aprendi
    e com ele o NÂO,
    veio o respeito.
    Acredite, ele vem e ai no honram
    de verdade.
    Te aguardo la no espelhando onde meu conto fala de tal felic dade.

    Bjins

    Catiaho Alc./Reflexo d'Alma

    ResponderExcluir
  29. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
    Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
    siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir

De fragmento em fragmento vou compondo a minha história.Obrigada por fazer parte desta historia.

Fragmentos

Fragmentos

Recomeço

Recomeço