segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

É no Silêncio da Alma

Tela de Wladimir Volegov 
É no silêncio da alma e na suave intensidade dos sentimentos que se constrói poesia.
Os sonhos se movimentam, se espalham jorrando palavras, como flores silvestres em tempo de primavera.
Inatingível anseio que busca no poder da linguagem externar desejos, fabricar saudades, grandes paixões, mágoas irrefreáveis e prender para sempre as lembranças.
É vida exposta, eco que voa célere ao vento, como um melancólico adágio, ou um intempestivo allegro. São os acordes do coração.
É molde de fantasia, é espaço que se entreabre, forjado de raios dispersos no ar, sopros de brisas, paixões inclementes, ausências, doces esperanças e beijos de amor.
É dor, desamor, é luz e lindos amores.

A alma, assim tecida na fé, no amor e na dor, sem segredos, sutilmente voa á plagas serenas e derrama seus sentimentos.
Cria-se a poesia.
Nasce o poeta!   

24 comentários:

  1. "É molde de fantasia, é espaço que se entreabre, forjado de raios dispersos no ar, sopros de brisas, paixões inclementes, ausências, doces esperanças e beijos de amor.
    É dor, desamor, é luz e lindos amores."
    Profundo e sempre tocando minha alma, tão necessitada de palavras assim que não me deixam cair.
    Beijos minha querida amiga!

    ResponderExcluir
  2. A vida, então, nada mais é que uma doce poesia...

    Um terno abraço, Eloah,
    da lúcia

    ResponderExcluir
  3. É no silencio de minha alma quando mais escrevo tambem.... e, ainda bem, Deus me deu a oportunidade de sonhar. O que seria de mim sem os meus doces, sejam eles quais forem?!

    Eloah, linkei voce no Blogzoom, foi otimo lhe conhecer, voce e seu blog.

    BEIJIOS

    ResponderExcluir
  4. A alma, assim tecida na fé, no amor e na dor, sem segredos, sutilmente voa á plagas serenas e derrama seus sentimentos.
    Cria-se a poesia.
    Nasce o poeta!

    Me encantei!!

    ResponderExcluir
  5. Assim nasce o poeta...com a alma tecida na fé, no amor e na dor...Sensacional!
    Beijos poetisa!

    ResponderExcluir
  6. A alma quando se cala é o coração gritando de emoção e desejos...beijos de bom dia pra ti amiga.

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Preparei uma pequena homenagem para os Blogs que interagem com o: A arte da vida. No poema: Blogando na janela, parte dos versos é formada pelo nome de “janelas” amigas. Confira. Seu Blog está lá.

    Um abração.

    ResponderExcluir
  8. Eloah
    Você definiu muito bem como nasce um poema, e através dos versos podemos expressar nossos sentimentos, somente sem censura podemos construir versos verdadeiros, e os versos mais bonitos são aqueles que expressam o que se passam na alma de cada um, e pode ser entendido, pois o amor fala todas as línguas. Um abraço, minha querida, uma ótima semana pra você, bjs

    ResponderExcluir
  9. Eloah, que coisa mais linda! Me emocionei com suas palavras, tocaram meu coração, pra variar né?!!! Vc tem esse dom minha fofa.
    É tão simples, é tão alma e coração.
    Adoro vc, muito!

    bjocas na bochecha com carinho imenso ♥

    ResponderExcluir
  10. Quem não gosta de alimentar sentimentos não consegue escrever. Nas palavras, ficam ainda mais claros, e se perpetuam. Não importa que o amor ou a dor não sejam de quem as transforma em versos, pois todos nós passamos por esses caminhos, vez ou outra. E nos identificamos.
    Você foi maravilhosa em suas colocações. Sua sensibilidade para captar emoções é visível, em cada postagem.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  11. querida Eloah...

    sua poesia é um bálsamo para a alma...

    alivia o coração triste...cansado...traz alento...paz...

    um grande bjo!

    Zil

    ResponderExcluir
  12. Uma ótima quarta feira pra ti minha amiga, muita paz, muito amor e muitos versos...beijos.

    ResponderExcluir
  13. Minha querida e doce Eloah,
    Sempre cheguei aqui! Por outros atalhos, mas cheguei!
    A tua alma, a tua sensibilidade é já poesia mesmo na ausência de palavras. Estas apenas confirmam os teus ecos nas sílabas sonantes do teu coração.
    E o silêncio, o nosso silêncio, faz nascer encantos nas frases onde o nosso pensamento se oculta, porque o eco, esse, só se expande depois da poesia nascida, construída. E tu és uma linda voz, que ecoa mesmo no silêncio!
    Um grande a fraterno abraço!

    ResponderExcluir
  14. Oi Eloah,

    que descrição perfeita e sublime você fez da poesia.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  15. Eloah, minha querida,

    Me deu até vontade de ser poetisa, de tão lindas as suas palavras!
    Você tem alma de poeta e é de uma sensibilidade incrível.
    Fico encantada cada vez que passo por aqui... Chego a flutuar... Minha alma agradece.

    Obrigada pelo carinho comigo e com a Marilene!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Boa tarde, Eloah. Que lindas palavras, que sensibilidade que você tem e que não poderia ser diferente de forma alguma em se tratando de você. Seu talento é abençoado demais, e a sua delicadeza também.
    Fico muito feliz em te ler, e aprender contigo.
    Um beijo na alma, e fique na paz!

    ResponderExcluir
  17. Eloah!
    Quanta sensibilidade em tuas palavras e com que perfeição descreves a poesia! É no silêncio profundo e discreto que encontra-se escondida
    toda a magia e como num sopro de brisa derrama-se em sentimentos e eis a poesia.
    Amiga, obrigada pelas palavras carinhosas no comentário feito no blog da Van. Fiquei estourando de felicidade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Eloah, muito obrigado por sua visita no Espaço intuição, deixo aqui a mais bela definição de poeta que já vi, por Fernando Pessoa:

    Autopsicografia

    O poeta é um fingidor.
    Finge tão completamente
    Que chega a fingir que é dor
    A dor que deveras sente.

    E os que lêem o que escreve,
    Na dor lida sentem bem,
    Não as duas que ele teve,
    Mas só a que eles não têm.

    E assim nas calhas de roda
    Gira, a entreter a razão,
    Esse comboio de corda
    Que se chama coração.

    ResponderExcluir
  19. OI amiga,

    sempre que me perguntam como comecei escrever conta a minha história. Mas agora, lendo e relendo seu texto, penso sim que somos fabricantes de sonhos, saudades, paixões, amores e desamores.
    Sábias palavras minha querida. Lindo!

    Beijos e um ótimo fim de semana

    ResponderExcluir
  20. Eloah, sempre palavras inspiradoras encontro por aqui e quando abro o meus comentários lá está você trazendo força e carinho nas suas visitas por onde passa. Obrigada pelo carinho sempre. Umbeijo e bom findi,amiga!

    ResponderExcluir
  21. Minha querida

    E aqui não é preciso nascer o poeta, porque tu és poesia.


    Deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  22. Estou encantada com palavras tão sensíveis e maravilhosas
    minha alma enternecida agora canta e sei o porquê
    a autora desse blog Eloah W.N tem o dom das palavras
    que toca com intensidade a alma e o corações
    Parabéns por esse esplêndido trabalho

    ResponderExcluir
  23. Estou encantada com palavras tão sensíveis e maravilhosas
    minha alma enternecida agora canta e sei o porquê
    a autora desse blog Eloah W.N tem o dom das palavras
    que toca com intensidade a alma e o corações
    Parabéns por esse esplêndido trabalho

    ResponderExcluir

De fragmento em fragmento vou compondo a minha história.Obrigada por fazer parte desta historia.

Fragmentos

Fragmentos

Recomeço

Recomeço