sexta-feira, 15 de julho de 2011

FELICIDADE

Bendita és tu felicidade!
Sonho real que conduz a essa mundana
Infinita boemia.
Sopras como chama as ânsias e
Como o sol boreal, tinges de luz o céu,
Além do infinito.
Depositas, luxuriosa, tua beleza,
Engrinaldando o mundo
Tal qual a noiva
A espera do seu amado, e juntos,
O nascer da lua que prateia a imensidão.
Não sei se és quimera ou se és divina,
Mas, sei que seara ousada és,
Emoção perfeita, alquimia radiante,
Eloquente vibração
Que faz da alma
Cadência eterna e poética, gloria.

5 comentários:

  1. Eloah querida amiga que sempre sinto falta!!! Espero que esteja tudo bem contigo.
    E é em busca da bendita felicidade que corremos, e muitas vezes não nos damos conta que ela mora bem dentro de nós!!!

    Lindas e doces palavras, bjokitas com muito carinho pra ti ;)

    ResponderExcluir
  2. Bonito demais seu poema, acaba de engrinaldar meu coraçao, de fazer sorrir minha tristeza

    Beijo enorme Eloah

    Estercita

    ResponderExcluir
  3. ....'sei que seara ousada és,'
    Bonito poema...
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Que poema lindo Eloah!.. Felicidade.. esse é objetivo a ser alcançado por todos nós!

    Beijoquinhas super em seu coração..
    Verinha

    ResponderExcluir
  5. Amiga seus poemas estão lindos
    estava com saudades de passar aqui nesse cantinho.
    Um abraço e muito carinho,Evanir..

    ResponderExcluir

De fragmento em fragmento vou compondo a minha história.Obrigada por fazer parte desta historia.

Fragmentos

Fragmentos

Recomeço

Recomeço